27/11/2016

Conselho amplia limite de financiamento de imóveis com recursos do FGTS, em Passo Fundo passa para até 800 mil.

fgts2 Os mutuários que comprarem imóveis novos e usados financiados com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) ganharam um incentivo. O Conselho Monetário Nacional (CMN) ampliou hoje (24) o valor máximo dos empreendimentos que podem ser financiadas pelo Sistema Financeiro da Habitação (SFH), que cobra juros menores que os demais financiamentos de mercado.

Com a mudança, o teto de financiamento subiu de R$ 650 mil para R$ 800 mil na maior parte do país, como é o caso de Passo Fundo. No Distrito Federal, em Minas Gerais, no Rio de Janeiro e em São Paulo, o limite passou de R$ 750 mil para R$ 950 mil. A última vez em que esses limites tinham sido alterados foi em setembro de 2013.

leia mais…

Rafael Losch
Postado por: Rafael Losch

14/08/2016

Irmãos à obra – Ensinam 2 truques muito simples para vender um imóvel por mais dinheiro

irmaos-a-obra-lateral-612x344Em muitos casos, um pequeno detalhe pode fazer total diferença para lucrar mais com uma venda.

De acordo com Jonathan e Drew Scott, estrelas de televisão do programa “Irmãos à Obra”, não é preciso muito dinheiro para conseguir vender sua casa por um valor maior. Em matéria do site Business Insider , eles comentam que, na verdade, existem dois truques praticamente inexpressivos que podem ser usados para convencer compradores a pagar mais.

leia mais…

Rafael Losch
Postado por: Rafael Losch

03/01/2016

2016 começa com novos limites no Minha Casa Minha Vida

Novos limites para financiamento de imóvel pelo Minha Casa, Minha Vida começam a valer segunda-feira.

Sorteados-Minha-Casa-Minha-Vida-Natal-–-RN

Começa a valer, na próxima segunda-feira, 4 de janeiro, o novo teto para financiamento de imóvel pelo programa Minha Casa, Minha Vida. Em Passo Fundo, por exemplo considerada uma capital regional, o limite do valor da casa ou apartamento passa a ser de R$ 160 mil.

As novas regras haviam sido publicadas no Diário Oficial da União de 15 de dezembro, em três portarias do Ministério das Cidades, e começam a valer na próxima segunda-feira, para todo o país. Antes disso, em outubro, o Conselho Curador do FGTS havia aprovado os novos valores.

Uma das mudanças é a nova divisão territorial dos limites. Rio Grande do Sul e Santa Catarina terão as mesmas taxas dos demais Estados da Região Sul, além de Minas Gerais e Espírito Santo, por exemplo.

Com isso, as compras de imóveis por financiamento que já estavam em negociação e deverão ser assinados a partir de segunda podem ser recalculadas para contemplar os novos limites. Para algumas capitais, como Porto Alegre, o limite chega a R$ 200 mil.

Para capitais regionais com  menos de 250 mil moradores, o teto passará para R$ 160 mil, como é o caso de Passo Fundo

Cidades com população entre 50 mil e 250 mil pessoas, o limite é de R$ 130 mil. Quando a população for de 20 mil a 50 mil, o teto será de R$ 100 mil e, nos demais municípios, de R$ 90 mil.

As portarias também alteram as faixas de renda que se enquadram nas categorias 2 e 3 do programa habitacional. Na faixa 2 do programa, famílias que ganham até R$ 2.350 brutos por mês pagam 5,5% de juros anuais.

Fonte: Zero Hora

Rafael Losch
Postado por: Rafael Losch

22/11/2015

Irmãos que ficaram milionários investindo em imóveis dão 9 dicas para você

O investimento em imóveis costuma ser um dos preferidos dos brasileiros

mansao-marbella

O investimento em imóveis é um dos preferidos dos brasileiros há muito tempo, mesmo que muitas vezes não seja feito da maneira mais correta. Os irmãos gêmeos americanos Kelly e Chris Edwards também investem nessa modalidade e são especialistas. Desde 2002, eles aumentaram seu patrimônio de uma única casa para quase US$ 8 milhões. Em entrevista ao site Business Insider, eles dividem nove dicas com quem quiser entrar nesse mercado.

1 – Reconheça que seus investimentos são negócios e se planeje
“Se você vai entrar no mercado imobiliário, gostando ou não, vai ser um negócio. Se comprar apenas uma propriedade, vai tomar parte da sua vida, então você deve leva-la a sério e planejar para o futuro”, afirma. Antes de comprarem o primeiro imóvel, ainda em 2001, os irmãos fizeram um plano de ação para os próximos anos, como em uma empresa.

leia mais…

Rafael Losch
Postado por: Rafael Losch

12/10/2015

7 dicas para a venda do seu imóvel ser um sucesso

venda Ainda que você não seja um investidor imobiliário, se você tem um imóvel próprio e deseja vendê-lo, certamente quer fazê-lo no menor tempo possível e conseguir o melhor preço – principalmente se for um segundo imóvel que só está dando despesa. Mas para isso, é preciso ter iniciativa e não ser intransigente demais nas condições.

A menos que você tenha um imóvel realmente irresistível e com um grande diferencial, vale a pena observar alguns cuidados para conseguir fazer uma venda de sucesso:

leia mais…

Rafael Losch
Postado por: Rafael Losch

16/11/2014

10 sinais que você precisa de um corretor de imóveis

Corretor-de-imóveis-o-cliente-marcou-e-não-foi-Descubra-o-que-fazer-520x245 Por conta das facilidades trazidas pela internet, muita gente acha que pode resolver questões imobiliárias, como a compra ou aluguel de um imóvel, sem a ajuda de um corretor. Apesar disso funcionar algumas vezes, na grande maioria dos casos é preciso contar com a ajuda desse profissional especializado para evitar problemas. Quer saber quando? Então, veja abaixo

 

10 sinais que determinam quando você precisa contratar um corretor:

leia mais…

Rafael Losch
Postado por: Rafael Losch

06/07/2014

Veja dicas para organizar a reforma da sua casa e evite desgastes durante o processo

Algumas sugestões podem ser seguidas para garantir tranquilidade aos moradores durante mudanças estruturais ou voltadas à decoração dos ambientes

16588776

 

A casa pode estar uma bagunça, com paredes manchadas clamando por uma pintura ou um piso que precisa de atenção. Porém, para algumas pessoas, é só pensar em reforma – quebra-quebra, poeira, dinheiro… – para decidir postergar mais um pouco. Se você se identificou com essa situação, selecionamos algumas dicas para, quem sabe, dar o empurrãozinho que faltava para tomar a iniciativa e organizar os próximos passos. As dicas são do arquiteto Glaucio Gonçalves.

 

A Norma 16.280 da ABNT estabelece regras para reformas em apartamentos e salas comerciais, entre elas, o acompanhamento de arquiteto ou engenheiro. Por isso, procure um profissional que entenda suas necessidades. Também pesquise trabalhos anteriores que ele tenha realizado. O gerenciamento da obra é fundamental para o resultado final.

1. Organize a demanda. Liste com detalhes o que precisa ser reformado, tamanhos e como deve ficar. Por exemplo: piso da sala, 20 m², trocar para porcelanato. Coloque essas informações em uma planilha.

2. Complete a listagem com a quantidade de materiais necessária e pesquise preços. A internet é uma excelente ferramenta. Inclua custos de mão de obra. Dessa forma, você consegue ter uma estimativa bem aproximada do custo total da reforma.

3. Compare esse valor com sua proposta de investimento. Ficou muito caro para quanto está disposto a gastar? Corte algumas coisas ou troque alguns materiais.

4. A mão de obra deve ser procurada com calma. Nessas horas, solicitar indicações para amigos ou conhecidos normalmente é uma boa saída.

5. Para proteger os móveis e objetos de decoração da poeira – sim, ela é inevitável – embale com plástico ou lona. Alguns são vendidos com adesivos de fixação em lojas de materiais de construção. Tranque os cômodos livres e remova cortinas e tapetes.

6. O entulho deve ser descartado em caçambas apropriadas. Oriente os pedreiros a organizarem o lixo corretamente.

7. Apesar de estar sendo orientado por um profissional, acompanhe a obra para verificar se tudo está saindo conforme desejado. Será mais difícil corrigir algum erro depois de tudo pronto.

8. Dica importante: concilie os pagamentos para os prestadores de serviços na entrega do trabalho, nunca antecipado ou à vista. Você pode pagar por semana e finalizar o débito na conclusão.

9. Quando escolher os fornecedores, não avalie somente custo, e sim custo-benefício. Escolher o mais barato pode significar ter que refazer.

10. Toda a obra está sujeita a contratempos: o tempo que não colabora, entrega de materiais errados… Pense em alternativas de forma tranquila e em conjunto com os fornecedores para encontrar a melhor solução.

11. O cronograma direciona o trabalho, mas não deve ser rígido. Algumas etapas podem ser cumpridas em ordem trocada, para melhor resultado. Seja flexível quanto a isso e, se ficar com dúvidas, converse com os responsáveis pela reforma.

12. Respire fundo. Melhorias em um imóvel geram expectativa e ansiedade. Lide com calma com as situações e trabalhe em parceria com os profissionais. O resultado será muito mais satisfatório.

 

Fonte: PENSE IMÓVEIS ZH
Rafael Losch
Postado por: Rafael Losch

08/06/2014

Jovens abrem mão de imóvel amplo por localização favorável

O grupo que abrange jovens entre 25 e 35 anos é bem heterogêneo. Ele se divide entre solteiros que buscam independência e prezam pela privacidade e por isso optam por morar sozinhos. Ou ainda, casais que querem “casa para casar”. E, por fim, parceiros que já estão casados há alguns anos e desejam ampliar o espaço para receber ou acolher mais confortavelmente os filhos.

leia mais…

Rafael Losch
Postado por: Rafael Losch

  • Rafael Losch
  • +55 54 8403 2915
  • rafalosch@gmail.com